Indicação literária

Heloou! Hoje eu trouxe uma  indicação de dois livros que eu simplesmente amei ler e que não são tão famosos assim, bom pelo menos eu tenho essa impressão. São livros mais antigos que envolvem drama e romance e que me cativaram pela escrita simples, envolvente e emocionante. Vale muito ler, pois suas histórias são incríveis. 

menino_de_asas_1341257256b

Vou começar por O Menino de Asas do escritor brasileiro Homero Homem. Esse livro já foi muito trabalhado nas escolas ha alguns anos atrás. Infelizmente na minha época não e eu só vim o conhecer um pouco mais tarde. Devo confessar que essa obra foi a que me deu interesse para mergulhar no mundo dos livros.

Ser diferente é um crime? Parece que sim, pelo menos para a maioria das pessoas que conhece aquele menino que nasceu com asas no lugar dos braços. O Menino de Asas, porém, não se deixa intimidar: vai fazer de tudo para vencer a rejeição. Nessa luta, além do preconceito, ele pode descobrir também a amizade e o amor. Acompanhe esta história fantástica.

O menino de Asas é uma literatura juvenil e é o tipo livro que você acaba julgando pela capa. Mas não se engane, se você não faz parte dos que leram dê uma chande, pois sua história foi tão bem conhecida que em 1975 ganhou o Prêmio Nacional de Literatura do MEC – INL. 

O livro acompanha a história desse menino que nasceu com asas no lugar dos braços e que é discriminado por isso, então para tentar sobreviver ele vai para o Rio de Janeiro e bem, acontece inúmeras reviravoltas. Juro que teve momentos no livro que quis entrar nele e socar muitas pessoas. A escrita e a história mexe com você de uma forma inexplicável que vai ter hora que você irá querer consola-lo. Lembro que na época que li eu chorei. Sim, chorei mesmo. E nunca esqueço aquela sensação. 

O Livro trás uma mensagem de superação, sobre como enfrentar preconceitos e quebrar os paradigmas que somos cercados diariamente. Vai além de apenas uma história de um garoto com asas, se você perceber bem vai achar a verdadeira mensagem que o autor quis transmitir. Também mostra a realidade de certa parte do RJ (criminalidade) e de quebra tem “romance proibido”. Bom, não vou falar muito. Apenas leiam, vou deixar o link do pdf logo a baixo. Ps: O livro tem imagens lindas. 

PDF: Clique Aqui

grace

Por último temos Grace do autor Richard Paul Evans que é um livro inspirado no conto de natal A menina dos fósforos, onde o personagem principal arrebatado pelas lembranças começa a narrar sua história e a de Grace uma garota que conheceu procurando comida no lixo perto de onde trabalhava. 

QUAL O SEGREDO DE GRACE? O QUE PODE FAZER UM ADOLESCENTE QUE ESCONDE UMA GAROTA DESAPARECIDA EM SUA CASA NA AMÉRICA DOS ANOS 1960? É tempo da “crise dos mísseis de Cuba”. Os Beatles já estão nas paradas de sucesso. Os jornais falam de Kennedy, Marilyn Monroe, Krushev. São os nostálgicos anos 1960. Em Salt Lake City, o adolescente Eric Welch conhece a garota Grace Madeline Webb procurando comida no lixo. Ela fugiu de casa e ele decide escondê –la nos fundos de sua casa. A decisão terá grandes consequências em sua vida, até chegar à velhice, quando a fábula A vendedora de fósforos, de Hans Christian Andersen, fará com que sua memória se desate numa torrente de lembranças. Grace é uma comovente história de amor e redenção, com muito suspense e ternura.

O que dizer sobre esse livro… Eu o devorei em dois dias e nunca um livro mexeu tanto psicologicamente comigo antes. A escrita do autor é incrível e fácil de entender e o faz querer ler e ler sem parar. 

O livro é narrado em primeira pessoa (por Eric) contendo trechos do diário de Grace e mostra um época em que as pessoas sofriam ainda o “efeito colateral” de toda uma guerra e é arrebatante o quanto você para para imaginar todas as situações vivenciadas principalmente pelos personagens que dormem sem saber se irão acordar vivos. Eric, Joel e Grace e seu clube no fundo do quintal com diversões tão naturais tentando fugir dessa realidade e dos problemas familiares. Me apeguei fácil aos personagens e me senti ali com eles vivendo os momentos cômicos. O mais incrível é a relação Grace-Eric que é coberta de confiança, amizade, amor a até inocência. Apesar de tudo achei a Grace uma personagem forte e corajosa. 

Grace aborda um tema muito realista que está inserido em todo lugar em grande dimensões (infelizmente) e que vem  sendo muito debatido ultimamente. É triste saber como certo tipo de coisas ainda estão acontecendo e que existem muitas Grace’s espalhadas por ai, perdidas e infelizes.  Ps: Leiam para saber, nada de spoiler aqui 😀 

Que final! Oh my God. Aquele final me quebrou. Juro, eu reli determinado trecho trocentas vezes de tão intrigada que fiquei. Eu chorei. Poucos livros causa essa sensação em mim. E Grace conseguiu arrancar infinitas sensações; raiva, pena, felicidade, tristeza (tudo junto e misturado).  

Infelizmente não é um livro muito conhecido, mas eu indico com todas as minhas forças. Leiam, leiam! O livro tem uma edição incrível e tem trechos do diário de Grace em cada capitulo. Não achei o pdf dele, mas com certeza deve ter para vender com um preço mais em conta. Vale muito a pena! 

“Escolher o caminho é escolher o destino. Mas ás vezes parece que o caminho está debaixo de nossos pés antes mesmo que a gente saiba que já está andando.” (Do diário de Grace).

Anúncios

Banda/Cantor do mês

Estava aqui vasculhando minha playlist e me veio a mente fazer um post fixo todo mês para compartilhar uma banda/cantor para vocês. Se bem que estamos quase no meio de junho, mas vamos esquecer essa parte :D. Eu particularmente curto mais essas bandas internacionais “desconhecidas” . Então se vocês estão a procura de novas músicas para escutar fiquem ligados aqui, ou se vocês conhecem outras no mesmo estilo deixe seu comentário. Vale lembrar que meu gosto musical ele varia em rock alternativo, indie e MPB.

BANDA DO MÊS {KALEO}

012816_kaleo_site-ogimage

A primeira vez que escutei uma música deles foi na série Blindspot, no mesmo instante enlouqueci e não sosseguei até que conseguir achar a bendita. A banda tem músicas viciantes, letras cativantes e sem contar na voz maravilhosa do Julius.

Kaleo que em havaiano significa “som” é uma banda de rock formada na Islândia em 2012 por 4 integrantes (JJ, David, Daniel e Rubin) que se conheciam desde o primário. Apesar da banda ter sido formada em 2012 e terem conseguido uma boa impressão pela música Vor í vaglaskógi, eles só começaram a atrair mais atenção dos produtores e dos ouvintes  em 2015 e então conseguiram um contrato com a Atlantic Records (uma das maiores gravadoras dos EUA). Atualmente você podem encontrar as músicas deles como parte da trilha sonora de séries como Blindspot, Suits, Vinyl, Orange is the new black e no jogo da FIFA 16. A música Way Down We Go alcançou o nono lugar da parada Hot rock songs nos EUA.

Aparentemente a banda tem apenas dois álbuns e suas músicas tem bastante influencia de folk e blues (o que faz lembrar Bon Iver), mas para a felicidade alheia eles já estão trabalhando em um novo projeto com produtor Mike Crossey que já trabalhou com renomes que seguem o mesmo estilo musical como Arctic Monkeys e Jake Bugg. Acompanhe abaixo algum de seus singles. Tudo indica que se eles continuarem nesse caminho vai alcançar o sucesso merecido.

1º (minha favorita) – Way Down We Go

2º – All The Pretty Girls

3º – I Can’t Go On Without You

4º – No Good ( está na trilha sonora da séries da HBO Vinyl)

5º e última -Vor í Vaglaskógi (cantado em islandês)

Espero que gostem e se apaixone tanto quanto eu. Para saber mais é só clicar em seguir e ficar atento.

Como eu era antes de você

como2beu2bera2bantes2bde2bvoce2bfilme1

Já tem um tempinho que li esse livro (e arrependo de não ter lido muito antes) e hoje resolvi falar dele um pouco. Logo mais abaixo vou colocar a sinopse do livro, o trailer do filme baseado nele, parte da trilha sonora e as minhas frases favoritas do livro.

Como eu era antes de você foi um livro que gastei dois dias para ler, quanto mais eu lia mais eu queria terminar logo e no final meu coração ficou partido. Mas apesar de tudo foi um dos livros mais reais que li, mostra além de dois personagens incríveis a luta pela felicidade, a história que cerca suas famílias e o crescimento deles como pessoas imperfeitas que são.

A história em si teve uma construção delicada e promissora e eu apaixonei pelos personagens. Eu realmente sentia as dores de Will e a animação de Lou. Infelizmente antes de ler eu já sabia o que acontecia no final só não sabia de qual maneira. E quando li eu fiquei inteiramente surpresa, não posso dizer que não esperava o grande “vou tentar pelo nosso amor” , mas eu o entendi. Realmente entendi sua decisão e apesar de tudo achei madura e triste, claro. Foi um livro que depois de lido fez pensar na minha vida e me perguntar se eu gostaria de viver a mesma rotina todos os dias e me acomodar. A resposta foi não. A história é simplesmente maravilhosa! E fique tão encantada da forma que me tocou tão profundamente.

A escrita de Jojo Moyes me surpreendeu, nunca tinha lido nenhum livro de sua autoria e estou ansiosa para ler Depois de você. Se você ainda não leu Como eu era antes de você eu recomendo muito. Não irá se arrepender. Leia, leia.

xxxx

SINOPSE: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

TRAILER

TRILHA SONORA






FRASES

jojojojo2jojo3jojo4

TOP 3: {Séries já assistidas}

Como primeiro post do blog vou começar com um top três falando sobre as séries que já acabaram e que foram assistidas por mim.

top3

PRISON BREAK:  A série começou a passar lá pros meados de 2005 e conta a história  de dois irmãos, um que foi preso por um crime que não cometeu e está no corredor da morte e o outro um engenheiro civil que resolve tatuar a planta do presidio no corpo e “forja” um roubo no banco para ser enviado para a mesma prisão do irmão. Seu plano é organizar uma fuga para o irmão antes da sua sentença usando a planta tatuado no seu corpo. Durante a prisão eles descobrem uma grande conspiração envolvendo muita gente poderosa e vão ter que aliar a outros detentos para que o plano dê certo. É confusão e suspense do inicio ao fim.

Definitivamente essa é/será minha preferida nesse mundo gigantesco das séries. Foi a primeira série que assistir inteira em poucos dias. É aquele tipo que te faz ficar roendo as unhas de ansiedade a cada episódio. Foi uma série muito bem aceita pela critica e conta com indicações e premiações no seu currículo. Não é difícil apaixonar por Michael Scofield (e seus olhos verdes) e ficar cada vez mais curiosa com as coisas que acontecem na prisão e cercam a família dele. Indico muito e o mais legal é que a fox está trazendo ela de volta (GRITOS), com todos seu personagens principais já confirmados no elenco (MUITOS GRITOS). Depois daquele final também né? Merecemos! Sua estreia segundo alguns sites, será lá pro inicio de 2017 durante a midseason (snif), mas para quem não assistiu, a série possui quatro temporadas+um filme. Dá para fazer uma maratona até lá em ;).

NIKITA:  Na verdade Nikita é um remake de uma série canadense que seguia o mesmo “estilo”. É protagonizada por Maggie Q e conta a história de uma garota problemática que foi recrutada por uma organização secreta chamada Divisão (Division) que tem objetivo de transformar esses adolescentes em espiões e assassinos. Nikita foi treinada por Michael e se torna a melhor assassina da Division. Até certo ponto quando ela descobre que tudo que contara  para ela sobre a organização era mentira, então ela foge e promete acabar/expor com cada um deles usando os conhecimentos que lhe foram dados durante sua estadia lá e treinando uma garota para conseguir infiltrar na Division e se tornar uma espiã para ela.

A série terminou com baixa audiência, mas adorei cada episódio. A personagem é muito f*da, é do tipo que não tem medo de enfrentar os inimigos e do nada surge atirando em todo mundo. Ao decorrer da trama ela faz aliados até considerados impossíveis. Nikita tem muita ação, suspense e romance na dose certa. Chorei, odiei os vilãozinhos e amei cada ação da Bad Ass aka Nikita. Vale a pena conferir! Maggie Q estava maravilhosa no papel.

GOSSIP GIRL: Terceira e ultima. GG marcou muito a adolescência de muita gente certo? Acho que ela é a mais conhecida dentre as do top 3.

A série conta com 6 temporadas e é baseado numa saga de livros com mesmo nome escrito por Cecily von Ziegesar. A história gira em torno de alguns adolescentes que estudam num colégio de elite no bairro Upper East Side de Manhattan (NY), os “babados” da vida deles são postados/expostos em um blog por uma pessoa que se intitula de Gossip Girl (a garota do blog).  GG é um drama que explora as fases da vidas desses personagens, os romances, as festas, os vícios, a popularidade, sexualidade, família e como a vida deles se entrelaçam. É muito babado, confusão e gritaria.

É uma série bem tranquila de assistir, teve seus altos e baixos e aborda vários temas que alguns adolescentes enfrentam. As personagens para quem gosta de moda são muitos fashionistas.  Da vontade de ser ricos e sair para aquelas festas e usar aquelas roupas. Embora a curiosidade seja descobrir quem é Gossip Girl a série é mais que isso, você torce, odeia todo mundo, ama novamente e fica torcendo para cada um deles. Embora eu esteja bem decepcionada com aquele final a trama vale a pena e muitas coisas não tem como esquecer. Tipo, Chuck Bass e Blair né migos?

Espero que vocês gostem do primeiro TOP 3, comentem as séries que vocês já terminaram de assistir e se foi tudo aquilo que esperaram ou não. Mandem sugestões para próximos posts também.

XOXO gossip girl (não podia faltar né?).